sábado, 6 de junho de 2009

ENTREVISTA - CRIADERO DEL FALUCHO / CÓRDOBA

" Um dos grandes nomes da Raça Dogo Argentino o Sr. Emir Chacon Medina, ainda que quase no anonimato saudável cibernético, segue produzindo excelentes exemplares ao longo dos anos na Argentina.
Tive algumas raras oportunidades de trocar opiniões, onde pude comprovar suas valiosas observações.
Nós somos as escolhas que fazemos, e o que nos torna CRIADORES de fato são esses inestimáveis momentos de aprendizado que somente ocorre em determinados níveis dos quais orgulhosamente fazemos parte. "


Criadero del Falucho - Córdoba

Nos Apresentamos: Somos Emir Chacón Medina e Alicia Lagares de Villa Allende, província de Córdoba. Estamos Juntos com a raça desde do ano 1983.
Ainda que eu, Emir, esteja desde o ano de 1976.
Lamentávelmente ao perder a afiliação de Córdoba nesse ano, perdi toda a documentação de inscrição do criadero e transferência de exemplares que nunca mais recuperei. Até que em 1983 junto a Alicia inscrevemos o Cridero Del Falucho - Nº 3276/83.

Por que um Dogo Argentino?
1) Criamos Dogo Argentino porque preferimos as raças grandes e que cobre todas nossas expectativas, além do quê é Argentina e Cordobesa sobre todas as outras coisas.


Já criou ou cria alguma outra raça ?
2) Criávamos Bull Terrier mas decidimos abandonar.

Feitos do seu Criadero ?
3) No ano de 1987/88 fizemos ocampeão Bombom del Falucho,
Grande Campeã a Doga Baiachi del Falucho (FCA 8990). Pese que a este exemplar o Ranking regional, participou em exposição dos 25 anos da FCA tinha CAC outorgado por Ángel de Pacci; Miguel Ángel Martínez; Irene Quiros entre outros e CGAC de Mr.William Harp; Jhon Benette; Carlos Muñoz. Ter ganhado exposições como a de 13/08/1988 em Mendoza sobre o CG Tala Trueno de Panquegua; CG Toro Viejo de El Tumi, julgada por Muñoz nesta oportunidade.


No entanto nem a Doga nem Bombom figuram como campeões na FCA. Questões internas do Club do Dogo da época. Também em 1989 se faz campeã Diaguita Baiachi Del Falucho com CAC outorgado em Córdoba pelo Sr. Miguel Ángel Martínez, mais tampouco figura como campeã. Desde esse momento paramos de apresentar nossos animais perante clubes afiliados a FCA.

Ano de 1993 e 1994 Guayaca Baiachi II Del Falucho resulta a Dogo do Ano Fêmea pelo conselho Nacional de Delegados do então chamado Clube del Dogo del Interior. Logo em 2005 e no fim de semana posterior da exposição mundial, que teve o trágico final tão repudiável, CKC ( Clube de Córdoba ) realizou suas exposições nacionais de campeonato, uma julgada pelo Sr. Miguel Ángel Martínez, e ele precisamente a solicitação das pessoas do Interior me fez a entrega do Troféu mais almejado que temos que diz "A Guayaca Baiachi II Del Falucho por ser a única fêmea da nossa raça que tenha obtido por dois anos consecutivos o título do DOGO DO ANO 1993-1994. Foi o último Dogo do Ano que outorgara aquele conselho.


Em 1996 vimos sua filha Linca Baiachi III Del Falucho que obteve o Ranking Fêmea do CDA ( Clube do Dogo Argentino ) e o título de CG. Competindo com ela tive a imensa sorte de reencontrar-me com um amigo inestimável e maestro: O Sr. Oscar González (Gonzalito), estava recuperando-se de um acidente de bicicleta. Que alegria!! E que dor depois com a sua partida…

Também obtivemos filhote fêmea na exposição Mundial de 2005 com Jahuel Del Falucho; o CAC fêmea com Guaira Baiachi V Del Falucho; e no dia de sexta-feira anterior a Mundial melhor fêmea da Raça, julgada por o Sr. García Montaño, com Dalila Baiachi V Del Falucho. Falta enumerar a CG Zuindá Baiachi IV Del Falucho; Ch. Vulcano Baiachi IV Del Falucho; Ch. Virulé Baiachi IV Del Falucho, ( três filhos de Linca) e CG Epuyén Del Falucho (Mora) sacada por Victor Nardelli na Zafra Baiachi IV del Falucho, outra filha de Linca.

O Sr. é Juiz da Raça dogo Argentino?
Não sou juíz da raça Dogo Argentino.

Desculpe a insistência, NÃO É JUIZ DA RAÇA, isso é por decisão pessoal do Sr?
Estimado amigo, não sou Juiz da Raça por essas coisas do Clube, tenho cursos de cinofìlia realizados desde do ano de 86 e 90, estava na comissão do C.K.C. acompanhando a um grande da cinofìlia o Sr. Arnaldo Arahabety (Bebe), cursos de adestramento, etc.


Quais foram os exemplares de Dogos Argentino mais bonitos que viu não criados por você ?
4) Respeito a esse ponto foi Calfulcurá del Totoral.

Quais são as virtudes mas fáceis de fixar e os defeitos mais difíceis de se erradicar no Dogo Argentino segundo sua experiência ?
5) A mais fácil de se fixar são os movimentos e o mais difícil de se erradicar são as faltas de masséteres e as bocas incompletas.

O que à você molesta (incomoda) do que se vê na Raça Dogo Argentino na Atualidade?
6) Falta de tipicidade, movimento de Dogo, homogeneidade. .

Que orientação daria a alguém que queira começar com a raça Dogo Argentino?
7) Que tome a criação como coisa seria, com responsabilidade, porque está criando exemplares da única Raça Argentina, mais que criadores devemos ser preservadores da mesma.

Na hora de avaliar os filhotes o que se deve buscar ?
8) Avaliamos sempre e sobretudo caráter, vivacidade, e a segurança do cachorro.

Na hora de Julgar há algum ponto que os Juízes passam por alto ?
9) Se esquecem da função que deve cumprir um Dogo Argentino e junto com isso não se levam em conta vários aspectos como seu temperamento nem seu desempenho em uma Jauria num monte.


Emir Chancon Medina


(Gazetilha Doguera)


A reprodução integral ou parcial de textos originais deste blog depende de autorização prévia Lei 9.610, de 19/02/1998. Todos os Direitos Reservados

Nenhum comentário:

CORTE DE ORELHAS - SUA IMPORTÂNCIA NA RAÇA DOGO

Que o bem possa sempre vencer o mal. Que possa nos dar a proteção e força  que tanto buscamos para enfrentar os desafios pelos quais...